Máscaras: ajuste-as corretamente para uma maior eficácia.

Máscaras de Proteção

Qualquer que seja o género de máscaras que opte por utilizar – entre as recomendadas – se não estiver corretamente ajustada à sua cara, elas permitirão que o ar (que possivelmente poderá conter partículas do vírus) não seja filtrado.

Vasco Ricoca Peixoto, médico interno de Saúde Pública realça a importância do uso correto da máscara e o distanciamento de pelo menos dois metros.

Embora países como a Alemanha e a Áustria tenham adotado a obrigatoriedade da utilização de máscaras FFP2 em estabelecimentos comerciais e nos transportes públicos, especialistas, como José Luis Jiménez (professor da Universidade do Colorado especialista em transmissão por aerossóis), apostam no uso correto das máscaras em geral.

Vasco Ricota Peixoto diz que é possível um ajustamento razoável com todo o tipo de máscara, desde que seja levado em consideração que as folgas junto ao nariz, na parte inferior do queixo ou da parte lateral da face deverão ser mínimas. O mesmo médico também refere que, apesar da utilização das máscaras, a distância de dois metros é essencial para não propagar as gotículas que expelimos ao falar, tossir ou espirrar.

Verifique no vídeo abaixo como utilizar corretamente a sua máscara de acordo com as recomendações da DGS.

Este site usa cookies e solicita os seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.